Wednesday, May 14, 2008

Gómez por três anos

Gavilan vai assinar nas próximas horas um contrato válido para as próximas três temporadas com o Belenenses. Deste forma concretiza-se a vontade do presidente dos azuis, Fernando Sequeira, quanto à continuidade de Gómez no plantel. A Direcção dos azuis terá conseguido negociar a cláusula de compra, adquirindo o passe do panamiano por um valor abaixo dos 300 mil euros, verba inicialmente fixada no contrato de empréstimo do Santa Fé, da Colômbia.

Weldon disse ontem adeus ao Belenenses e, para já, a Portugal. O melhor marcador da equipa, agradeceu a ajuda de todos e conta já amanhã estar a voar para o Brasil, onde se juntará ao Cruzeiro, apesar de o vice-presidente do clube se reunir hoje com Fernando Sequeira.
O Cruzeiro está em digressão em Portugal, mas Weldon quer voar o mais rápido possível para o Brasil. «O Cruzeiro quer-me de volta», esclareceu, reforçando declarações já proferidas e entretanto desmentidas pelo presidente, disposto a continuar as negociações, depois de ter passado o prazo para exercer a opção. «Tenho mais sete meses de contrato, por isso quero ir embora logo quinta-feira [amanhã]. Quero agradecer a toda a gente, fui muito bem recebido, espero voltar um dia, ao Belenenses ou a outro clube em Portugal. Sei que se falou no Marítimo, no V. Guimarães, mas a mim não chegou nada. Fiz uma boa época graças aos meus companheiros e a um excelente treinador», elogiou Weldon, que conta despedir-se do grupo no treino de hoje.

Rafael Bastos, igualmente emprestado pelo Cruzeiro, também esteve reunido com Fernando Sequeira, esperando por novidades hoje, quando o vice-presidente do clube brasileiro, Zezé Perrella, visitar o Restelo.

A continuidade do sérvio Devic é igualmente improvável. O central está emprestado pela empresa espanhola Invertfutbol e considera difícil continuar.
«Houve proposta para renovar, mas acho difícil continuar aqui», desabafou, lamentando uma ausência de mais um ano da Sérvia. Para já, é ainda indefinido o seu futuro: segue para Marrocos, mas espera que os seus empresários regressem de África, onde estão a observar jogadores. «A época não me correu bem, mas à equipa sim, por isso fico contente. Mas é provável que saia para outro clube em Portugal ou no estrangeiro», concluiu.

0 Adeptos azuis: